Terça-feira, 8 de Julho de 2008

Overdose cinematográfica

Já não partilhava há muito as minhas incursões cinematográficas. Assim de repente, até parecem muitas… e na realidade foram, se tivermos em conta que foram quase todas seguidas.

 

O Acontecimento

 

Espero que já não esteja em muitos cinemas. Muito mau. E não estou a falar do facto de o perchista sofrer de falta de massa muscular, o que permitiu um espectáculo hilariante de micro à vista por cima das cabeças dos actores, em mais de metade do filme. Estou a falar de incongruências na história, que já de si não é brilhante, e que não conferem ao filme muita credibilidade. Fui bem enganada. Fraquinho.  

 

Sexo e a Cidade

 

E é agora que se levantam as vozes machistas a dizer: deste gostaste tu, ó fútil-que-só-pensa-em-roupa-e-manolos-blanik(duvido que um machista saiba dizer, quanto mais saber o que são Manolos Blanik, mas dou o beneficio da dúvida)-e-roupa-e-gajos-e-coisas-que-não-interessam-nem-ao-menino-jesus. Pois numa coisa acertaram, gostei do filme. E sim, também gosto de roupa, também sou apaixonada por Manolos e Vuittons e roupa e tudo e tudo. Mas o que eu mais gostei do filme nem foi isso. Foram as histórias destas quatro mulheres, que eu me habituei durante anos a ver no ecrã, e que podia ser a minha história ou de qualquer amiga minha. Os sentimentos que emanaram deste filme são universais. Acima de tudo achei que foi um hino à amizade. Clap, clap. Esperei quase um ano para ver este filme e valeu a pena.

 

Panda Kung-Fu

 

O Jack Black continua a dar cartas! A personagem do panda está muito bem conseguida. Aquele bonacheirão conquista qualquer coração. Os diálogos estão muito engraçados. O grafismo está impecável. Os efeitos, a música, as vozes. Muito bem. E a história está recheada de momentos hilariantes. Para quem gosta de filmes de animação, este é mais um a não perder.

 

 

Cinema Paraíso

 

Um drama romântico italiano fantástico. Há muito que não via um filme que me fizesse recordar a magia do cinema. Uma história simples, comovente, de amizade e amor, de inocência e aprendizagem.

Fiquei rendida. Não foi à toa que ganhou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1990.

São 170 min (versão italiana) a reter.

 

 

Encontrado no deserto por Sahara às 09:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De mr.x a 13 de Julho de 2008 às 01:35
Achei, antes de mais, estranho o facto de só agora teres visto o "cinema paradiso". Vai na quarta versão, todas elas piores que o editing original.
Quanto ao Jack Black, que é tão fofo, gostava de saber se ele teria alguma hipótese (com toda a fofura) de entrar no panorama feminino.
Quanto ao acontecimento, foi realmente um acontecimento ver como um bom realizador o deixa de ser em duas horas.

Agora o sexo e a cidade, quejandos e manolos.
Felizmente não há manolos à venda em tugal. Mas há croqs.Ou crocs ou lá o que é.
E, para concluír, o valor é exactamente o mesmo.
e a figurinha tambem.

Desculpa a sinceridade.
De Sahara a 14 de Julho de 2008 às 11:44
Não tenho grande inclinação para filmes italianos. Adorei o Vida é Bela e agora este. Acho a história muito bonita, independentemente da edição.

Eu nunca disse que o Jack Black era fofinho. O que eu disse é que ele faz um excelente trabalho com a voz do Panda (esse sim, muito fofo). Já antes tinha feito bons trabalhos em dobragens. Por acaso, também gosto dele enquanto actor cómico. Esteticamente não é um homem atraente, mas não é só isso que conta...

Por último, comparar crocs com Manolos parece-me no mínimo estranho. E dizer que o preço é o mesmo, isso então deixa-se atónita. Acho que não vou comentar!

E não tens de pedir desculpa por nada. Gostos são gostos, e ainda bem que os temos diferentes, para bem da diversidade!
De David a 16 de Julho de 2008 às 13:16
As minhas overdoses cinematograficas têm sido em versão Home Cinema, no entanto fui á ante-estreia do Procurado (Wanted) :D
È um filme "pipoca" com muita acção e efeitos especiais mas ve-se muito bem. Bons momentos cómicos e bons actores !

O Acontecimento não conheço, mas a parte de se verem os micros (acontece :P) por vezes é culpa de quem projecta o filme...

De David a 18 de Julho de 2008 às 14:14
Só para reforçar o que disse antes sobre os microfones:

"O surgimento de microfones (perches) durante a exibição do filme "O Acontecimento", deve-se ao facto de na projecção de filme usarem a janela 1.66 em vez de usarem a correcta que é a 1.85.
João Ferreira (Chefe de Projecção)"

Ainda não vi, mas estou curioso. É um filme para odiar ou adorar... e eu adorei os outros filmes deste realizador :)

Comentar post

Eu

Diz que sim...

Para o caso de se sentirem perdidos

desertodasahara@sapo.pt

Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

'Tou...

My Unkymood Punkymood (Unkymoods)

Oásis à vista!

Novas prioridades

Estás a ficar cota, chava...

I'll Be Back Soon...

Olha eu... tã linda!

Overdose cinematográfica

Vais pagar sem ripostar?

Está decidido!

Sim, eu sei...

Regresso ao deserto I

Modo...

...

Diz que estou afónica e d...

E nunca mais são cinco da...

Update

Partida, lagarta, fugida

O Sabor do Amor…

Só por 5/7 minutos...

You simple the best

Do fundo do coração…

Dicotomias femininas

Cactus com mais de 15 mts!

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Perdidos no deserto

Image Hosted by ImageShack.us

Visitas

Perdidos por aqui

online
blogs SAPO

subscrever feeds