Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Nome de Código: Espairecer

Uma escapadela durante a semana a uma sessão de cinema às 19h, numa sala com 5 pessoas contanto comigo e com o marido, fazem milagres, depois de uns dias de cão... mas daqueles vadios, muita manhosos mesmo...

Já o Cloverfield é daqules filmes totalmente inócuos. Daqueles feitos mesmo para apelar à pipoca.

A história não traz nada de novo. Tipicamente americana, com monstros que andam entre o Alien e o King Kong. Com muitas incongruências (eu quero uma máquina de filmar como aquela, que aguenta não sei quantas horas seguidas sem parar e depois de vários trambolhões continua a filmar que é uma maravilha) que até um acéfalo repara.

Mas há que reconhecer que o conceito do filme está original, muito Blair Witch Project, mas inovador e corajoso, porque depois do 11 de Setembro fazer um filme onde se acaba com Manhattan é de louvar.

Se quiserem passar 85 min a comer pipocas, este é o filme indicado!

E agora vou-me de fininho ver a Clínica Privada.

Encontrado no deserto por Sahara às 21:44
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Somewhere over the rainbow...

...era mesmo onde eu queria estar.

Encontrado no deserto por Sahara às 18:06
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

?

Há dias difíceis de sentir.

Um misto de tudo e de nada paira no ar. Cruelmente lúcido. Desumanamente indefinido.

É um querer ir onde não se vai e um estar bem onde não se está.

Serão os dias difíceis de sentir ou a realidade dura demais para ser sentida?  

Encontrado no deserto por Sahara às 11:03
Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

PILHAS de Decretos-Lei e KILOS de chocolate depois...

 

Encontrado no deserto por Sahara às 16:42
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Rapidinha

Se eu quisesse ler e estudar decretos-lei tinha ido para Direito, certo?

Errado.

Eu não fui para Direito e estou a ser devorada por eles. Chupistas d'um cabrão.

 

Isto tudo para dizer que estou à beira, não de um ataque de nervos, mas de devorar tudo o que tiver o mínimo resquício de chocolate (tudo por causa dos decretos-lei que eu sou uma pessoa que respeita a dieta… cof, cof)

 

Entretanto gostava de postar uma homenagem à minha mãe que é a coisa mailinda deste Mundo e que faz anos hoje, mas não consigo. Gostava de falar da situação da Euribor e do PSI20, mas estou a ver que não é hoje. Gostava de falar dos Óscares que nunca perco, mas não tenho tempo. Gostava de mandar a foto à comadri alentejana que tem o consultório mais famoso do país, mas 'tou mesmo a ver que não vai dar (Maria, eu prometo que não vou deixar passar isto em branco. Mi águárdxi).

 

E diz que é isto. Tenham pena, muita pena de mim.

 

 

PS: Eu sei que vos desiludi. Com um título daqueles esperavam algo bem mais lascivo. Mas isso é coisa que os decretos-lei não sabem proporcionar.

Encontrado no deserto por Sahara às 15:03
Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Are you readyyyyyyy?

Vamos todos dar as mãos e entrar em estado de choque juntos... Preparados?

 

A SIC vai pagar 20 mil EUROS/MÊS à Luciana Abreu para apresentar um programa de crianças ao fim-de-semana  

 

E a burra sou EU?

Encontrado no deserto por Sahara às 09:25
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

"You can only imagine the truth"

A-D-O-R-E-I!

 

O argumento por si só é meio caminho andado para o sucesso. Parece que estamos a ler o livro. As imagens são poéticas, doces e envolventes. Com uma banda sonora incrível.

 

Uma história de amor linda. Versões erradas da mesma história.

 

Não acaba bem. Mas deixa uma lição.

 

A não PERDER!

Encontrado no deserto por Sahara às 10:14
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Free'them

A nossa liberdade termina onde começa a dos outros.

Sempre acreditei nesta máxima e tento pô-la em prática todos os dias da minha vida.

Mas há certos casos onde, infelizmente, ela não se aplica. Uns mais explícitos que outros, mas a aversão de muitos em considerá-la, continua para mim inexplicável..

 

Por ser um tema polémico, muitos tentam evitá-lo ou dizer que não têm opinião formada. Vai-se esquecendo, até porque só acontece aos outros. Eu sempre tive uma opinião muito bem formada sobre isto. Criticada por muitos, que não entendem a minha posição pouco cristã, nunca ninguém conseguiu argumentar de forma suficientemente objectiva que me fizesse mudar de opinião.

 

A hipocrisia social não deixa que se pense muito sobre isto. Muitos valores, éticos, religiosos, culturais e até afectivos turvam as opiniões.

 

Ontem, depois de ver abordado este assunto, não pude deixar de voltar a reflectir sobre ele. E depois de, mais uma vez, ver e ouvir testemunhos e de recordar casos como Ramóm Sampedro que esteve tetraplégico durante quase 30 anos, renovei a minha crença no direito à ESCOLHA pela morte com dignidade. Não sou a favor da morte, mas do livre arbítrio que a todos é concedido à nascença. Ao direito de optar se quero continuar a viver presa num corpo moribundo que não acompanha a LIBERDADE do meu espírito.

Encontrado no deserto por Sahara às 14:27
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Gaja que é gaja gosta destas coisas

Não resisti. LOL

Isto é hilariante.

(A minha foto é merdosa, mas não tinha outra. Estou de olhos vermelhos e tudo, possuída, diria mesmo)

 

 

Sahara Klum

 

 

Sahara Simpson

 

 

Sahara B (sempre sonhei ter um cabelo assim!)

 

 

Sahara Joli (MUUUUIIITO aquém do original, mas posso dizer que já estive na pele da Angelina. MUAHAHAHAHAHAH)

 

Roubado à KITTY.

Encontrado no deserto por Sahara às 10:12
Link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008

Vontades cinematográficas

São a antítese um do outro.

 

Um é de terror do mais genial que pode haver (sou fã do Saw e provavelmente vou perder os poucos leitores que tenho, mas nada temam que eu sou do mais equilibrado que pode haver :P), o outro um drama romântico que tem tudo para ser brilhante.

 

À primeira vista sem nada em comum. Mas, para mim, ambos exploram os sentimentos mais intímos e primários do ser humano. O que me muito me entusiasma, não fosse eu uma eterna interessada em comportamentos humanos.

 

        

 

 

 Postarei posteriormente as críticas!

Encontrado no deserto por Sahara às 15:31
Link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos

Eu

Diz que sim...

Para o caso de se sentirem perdidos

desertodasahara@sapo.pt

Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

'Tou...

My Unkymood Punkymood (Unkymoods)

Oásis à vista!

Novas prioridades

Estás a ficar cota, chava...

I'll Be Back Soon...

Olha eu... tã linda!

Overdose cinematográfica

Vais pagar sem ripostar?

Está decidido!

Sim, eu sei...

Regresso ao deserto I

Modo...

...

Diz que estou afónica e d...

E nunca mais são cinco da...

Update

Partida, lagarta, fugida

O Sabor do Amor…

Só por 5/7 minutos...

You simple the best

Do fundo do coração…

Dicotomias femininas

Cactus com mais de 15 mts!

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Perdidos no deserto

Image Hosted by ImageShack.us

Visitas

Perdidos por aqui

online
blogs SAPO

subscrever feeds